Como lidar com o estresse no trabalho?

PAE

PAE

estres laboral

Durante a jornada laboral é possível que a carga de trabalho, as pessoas com quem convivemos e até mesmo o fato de estar mais vulnerável ​​ao estresse por conta dos maus hábitos de alimentação, sono e atividade física possam nos afetar no momento de querer nos concentrar nas atividades que temos durante nosso horário de trabalho e até mesmo nas atividades pessoais.

 

O que fazer?

O primeiro passo é saber se o estresse é por causa de alguma dessas opções:

    1. Muito trabalho e/ou ter algum problema de comunicação com colegas/chefe.
    2. Existe uma vulnerabilidade anterior; ou seja, você está mais propenso ao estresse por conta de um hábito ruim ao dormir ou comer.
    3. Vida pessoal com problemas que causam maior estresse no trabalho (problemas em casa, com dinheiro, etc).

 

É muito de trabalho, meus colegas ou chefe, e agora o que faço?

Nesse caso, é muito importante saber se o problema identificado tem uma solução imediata, ou se é algo que requer paciência para lidar a médio, ou longo prazo, por exemplo:

  • Tenho divergências com meu chefe/colegas, mas no momento não tenho tempo, eles estão ocupados ou é mais importante me concentrar no que estou fazendo agora mesmo (ou seja, não há solução imediata).
  • Tenho muito trabalho (e me sinto sobrecarregado), mas isso pode ser resolvido aos poucos porque meu progresso não depende de outra pessoa agora. (ou seja, tem uma solução imediata).

No primeiro caso, buscaríamos aceitar que agora não há oportunidade de resolver a situação e passar para o relevante, ou seja, se concentrar no presente e nas possibilidades. Para fazer isso, você pode tentar este pequeno exercício de atenção plena:

  1. Respire… Devagar. Perceba como esta a sua respiração agora, percebendo a sensação a temperatura do ar que entra e sai de seus pulmões por alguns momentos. Se você tiver sentimentos de estresse (como tensão, temperatura alta, etc.) e pensamentos (como “preciso resolver isso”) é normal, mas tente voltar à sua concentração na respiração.
  2. Mova um pouca suas pernas e braços, percebendo a sensação de movê-los e sua decisão de movê-los à vontade neste instante.
  3. Identifique quais coisas você pode estar perdendo agora, concentrando toda a sua atenção no problema. Podem ser coisas físicas como o espaço onde você está, os sons que estão aí ou a temperatura de agora.
  4. Por último. Identifique o que é mais importante a se fazer agora e o que é possível fazer agora.
  5. Comece a fazer.

No segundo caso, em que pode ser resolvido na hora; Se for por questões de interação com alguém no trabalho, os seguintes pontos podem te ajudar a se comunicar melhor com essa pessoa:

  1. Ouvir atentamente o que a outra pessoa quer dizer quando ela responder. Ou seja, escutar para entender, não escutar para responder.
  2. É importante que, para falar o que você quer à pessoa e gerar uma conversa produtiva, é preciso se basear aos fatos que aconteceram (não às interpretações das ações da outra pessoa), uma vez feito isso, explique como as ações dele são um problema para você (sem culpar, só explicando como isso faz você se sentir) e, finalmente, perguntando especificamente o que você gostaria que essa pessoa fizesse de diferente, explicando por que isso seria bom para você, ele e para o seu relacionamento.

No caso de uma carga de trabalho pesada: priorize suas atividades. Se você se sentir sobrecarregado, faça o exercício de atenção plena, anteriormente explicada, para se concentrar e recuperar o controle sobre suas ações.

 

Não dormi/comi bem, o que fazer agora?

Mesmo vulneráveis, é importante permanecer o mais focados possível. Portanto, também é recomendável exercitar a atenção plena se você se sentir sobrecarregado pelo estresse. Por outro lado, se você já está trabalhando, além do exercício de mindfulness, seria recomendável, em caso de fome, saciá-la ao máximo; no caso do sono, seria manter-se bem hidratado, com o menor uso possível de cafeína e açúcar (devido ao seu efeito a longo prazo de possível “recaída” a níveis de energia mais baixos do que no início).

Para evitar o anterior, planeje quanto antes como você pode melhorar sua qualidade de sono e hábitos alimentares. Isso pode ser seguido a partir das diretrizes da OMS (Organização Mundial da Saúde); facilmente identificável a partir de uma simples pesquisa no Google. Se continuar com o mesmo problema depois das guias, consulte um especialista.

É preciso saber o que afeta sua vida pessoal e se pode ser resolvido rápidamente. Para isso,  você deve colocar em uma balança o que fazer nesse momento. Se for alguna coisa que não pode resolver na hora, você pode fazer o exercício da atenção plena para focar e fazer o que é mais importante no momento. Se é alguna coisa que requer sua atenção com urgência e é muito provável que seja resolvido rapidamente, é importante agir de acordo a isso.

¿Te gustó este artículo? Compártelo en tus redes sociales
LinkedIn
Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
logo pae

Contate-Nos

Ciudad de México, México

Nossos serviços
Servicios Adicionales
Assine nosso blog, lá vamos te passar informações sobre saúde emocional, dicas de nutrição, atividades físicas e muito mais.
Call Now ButtonLlámanos