Como seguir uma dieta no trabalho?

PAE

PAE

Quando começamos uma dieta com o objetivo de controlar o peso, mudar nossa composição corporal ou ter um melhor estado de saúde, em geral, uma das principais desculpas é: “Eu como fora de casa, não tenho tempo, é caro ou não quero passar fome” pensamos assim porque geralmente vimos experiências negativas de outras pessoas, mas realmente era para ser o contrário porque uma dieta bem feita deve ser variada, equilibrada e prática.

Em primeiro lugar, uma dieta que se adapte ao nosso estilo de vida e atividades diárias, ajuda muito, com isso vamos criar um hábito que ajuda a controlar nossa dieta nas férias, fins de semana, sem sentir que vivemos uma dieta.

Ter objetivos claros e realistas ajuda a permanecer motivados. Quando não sabemos qual é o nosso objetivo de longo prazo ou se queremos apenas perder peso para um evento, podemos fazer algo rigoroso até o dia do evento e depois voltar aos mesmos hábitos, o ideal é manter esses hábitos a longo prazo até normalizá-lo, então sempre estar de dieta não será mais uma tortura.

Fazer dieta e trabalhar é difícil, o ideal é planejar as compras do final de semana e, se possível, a comida da semana, assim economizamos tempo e evitamos os famosos “gastos formigas”. Quando levamos comida para o trabalho não compramos a primeira coisa que vemos que nem sempre é a escolha mais saudável; se não tivermos refeitório no trabalho ou se levar comida não for uma opção, o nutricionista vai ajudar a escolher o melhor plano alimentar para comer fora de casa, e ainda pode nos ensinar como tomar café da manhã e jantar em casa e o que escolher para comer quando não é em casa.

É muito importante sempre respeitar às porções do plano alimentar, porque petiscar com junk food (doces, chocolates ou biscoitos) é um mau hábito consideramos “porque é pouco”.

Sentir ansiedade por alguns alimentos ou bebidas é normal, mas precisamos encontrar uma maneira de substituí-los por um alimento mais saudável com todos os nutrientes necessários. Satisfazer as vontades em pequenas quantidades impedirá a compulsão alimentar a longo prazo, e isso pode prejudicar a nossa dieta.

Durante a assessoria nutricional, é muito importante ser honesto sobre o que, como e quanto comemos, porque o nutricionista se baseia na alimentação que temos para fazer ajustes ou mudanças sem sofrer e chegar no nosso objetivo.

Estar de dieta não precisa ser uma tortura, vamos consultar um profissional de saúde, para não sofrer com dietas rígidas, rebote, remédios ou dietas milagrosas.

O plano de alimentação deve ser sempre personalizado e ter em conta os nossos hábitos e gostos, assim evitamos desequilíbrios.

¿Te gustó este artículo? Compártelo en tus redes sociales
LinkedIn
Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
logo pae

Contate-Nos

Ciudad de México, México

Nossos serviços
Servicios Adicionales
Assine nosso blog, lá vamos te passar informações sobre saúde emocional, dicas de nutrição, atividades físicas e muito mais.
Call Now ButtonLlámanos