Dependência as novas tecnologías

PAE

PAE

adicción a la tecnología

Nas últimas décadas, a tecnologia vem crescendo muito e diz-se que aponta para possíveis abusos ou vícios, principalmente por parte de alguns setores da população.

Um desses setores são os jovens e adolescentes, que cada vez mais têm acesso à tecnologia nos celulares ou computadores. Este grupo é considerado de alto risco, mas podemos realmente falar sobre o vício em novas tecnologias?

Em primeiro lugar, é importante ter em mente que não existe um transtorno diagnóstico formal relacionado à dependência das novas tecnologias, em geral, ou alguma em particula.

O que podemos dizer que é um vício?

O tempo que usamos toda essa tecnologia (celular, computador, videogames, etc.). Desse mesmo jeito, as seguintes coisas podem ser considerados:

  • Perder o controle.
  • Dependência: necessidade urgente de fazer a atividade relacionada à tecnologia.
  • Tolerância: o uso da tecnologia aumenta, não é suficiente o tempo que passava antes.
  • Grave interferência no dia a dia da pessoa.

Entao, estar viciado em tecnologia pode ser explicado não tanto pelo tipo de comportamento da pessoa, mas pela relação mantida com a tecnologia em questão.

Atualmente, as tecnologias, para a maioria de nós, são um meio para atingir determinados fins: por exemplo, entretenimento, trabalho, socializar, etc. Porém, existe um risco grande de cair no vício, quando toda essa tecnologia para de ser um meio e se torna um fim.

Falando sobre este ultimo ponto, a pessoa pode começar a reduzir suas relações sociais, a ter problemas nos estudos ou trabalho, a aumentar as contas relacionadas à tecnologia (em alguns casos, como celulares), etc.

Como prevenir o vício em tecnologia?

  1. Educação

Os pais, as escolas e universidades, devem orientar os jovens para que façam um uso adequado e saudável das tecnologias. Como vimos, eles constituem o grupo mais vulnerável a esse vício.

  1. Regras

É importante estabelecer regras, os pais aos adolescentes e jovens e, os adultos a nós mesmos. Algumas boas estratégias podem ser:

  • Coloque o computador ou videogame num local da casa de uso comum (nunca no quarto, por exemplo).
  • Estabeleça o tempo que será dedicado à tecnologia.
  • Conheça os conteúdos que são manuseados (no caso de adolescentes e jovens, pelos pais), e concordar em usar somente os adequados a idade.
  • Use a tecnologia de forma racional e com um propósito claro: entretenimento, trabalho, socialização, etc.

Lembre-se que o pae oferece um serviço confidencial, profissional e voluntário, família e gratuito, as 24 horas do dia, os 365 dias do ano.

programapae.com.mx

¿Te gustó este artículo? Compártelo en tus redes sociales
LinkedIn
Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
logo pae

Contate-Nos

Ciudad de México, México

Nossos serviços
Servicios Adicionales
Assine nosso blog, lá vamos te passar informações sobre saúde emocional, dicas de nutrição, atividades físicas e muito mais.
Call Now ButtonLlámanos